Quem deve declarar Imposto de Renda 2016

Tempo de leitura: 5 min

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

100% livre de spam.

Compartilhe agora mesmo:

Muitas pessoas ainda tem dúvidas em saber quem deve declarar imposto de renda ou quem não está obrigado a prestar contas com a Receita.

O importante é saber é não são todas as pessoas tem essa obrigação, esta definição é feita através da dedução de valores que são recebidos durante o ano.

Se você ainda não sabe se precisa fazer sua declaração do IR, você encontrará neste artigo (e também neste blog)  diversas informações sobre quem declara o Imposto de Renda.

Quem Deve Declarar Imposto De Renda?

Será que você tem que declarar o imposto de renda? Essa é uma pergunta extremamente comum, pois tal ponto não é amplamente divulgado, o que dificulta para as pessoas.

Pois bem, para acabar com esta incerteza, acompanhe abaixo quem são as pessoas que devem declarar o imposto de renda em 2015.

1 – Rendimento Anual Superior A R$ 28.123,91 Reais

Segundo a Receita Federal, as pessoas que possuem uma rendimento anual que seja superior a R$ 28.123,91 reais distribuídos mensalmente, são obrigadas a realizar a declaração do imposto de renda, pois isto é considerado um rendimento tributável.

Para saber mensalmente o valor que você “pode” ganhar e estar ao mesmo tempo isento de imposto de renda, basta dividir o valor por 12, porém, para facilitar, será em média R$ 2.243,66 reais mensais.

Informação Importante:Pesquisas do IBGE e DIEESE confirmam que são mais bem sucedidos os empresários que fazem um planejamento ANTES de iniciar o próprio negócio. Clique aqui para descobrir como montar um negócio de sucesso.

2 – Rendimento Isento De Imposto De Renda Acima De R$ 40.000,00 Reais

As pessoas que receberam durante o ano rendimentos isentos, ou seja, tributados apenas na fonte ou não tributáveis no valor acima de R$ 40.000,00 reais como, por exemplo, prêmios de loterias, 13° salário, juros de poupança, ganhos com aplicações financeiras, entre outras possibilidades.

Perceba, mesmo sendo valores isentos de tributação, você precisará fazer a declaração de imposto de renda nesses casos, assim o governo poderá saber a proveniência daqueles valores e manter um controle sobre o que você tem ou não que está devidamente isento de imposto de renda.

3 – Ganho De Capital Na Alienação De Bens Ou Direitos Exige Declaração De Imposto De Renda

Você trabalha com operações na Bolsa de Valores? Neste caso, você está sujeito a fazer a declaração anual de imposto de renda, uma vez que todo o indivíduo que obteve durante o ano, independente do mês, ganho de capital proveniente da alienação de bens ou direitos é obrigado a declarar os seus rendimentos.

Quem Deve Declarar O Imposto De Renda Na Atividade Rural?

Uma das principais dúvidas em relação à declaração do imposto de renda diz respeito às pessoas que exercem atividades rurais, muitas pessoas que trabalham no campo e possuem rendimentos relativamente altos não sabem até que valor podem faturar sem serem obrigados a deduzir posteriormente.

Pensando nesses casos, reunimos mais informações. Veja abaixo quem deve declarar o imposto de renda na atividade rural.

1 – Obteve Receita Maior Que R$ 140.619,55 Reais

Se você trabalha na zona rural e durante um ano inteiro chegou a faturar uma quantia em dinheiro maior que R$ 140.619,55 reais terá sim que declarar a origem dos seus rendimentos à Receita Federal.

Resumindo, você é agricultor (por exemplo), trabalha no campo e exerce atividade rural, você estará isento e livre da declaração de imposto de renda se ganhar valor inferior a R$ 11.173,56 reais.

2 – Deseja Compensar Os Prejuízos De Anos Anteriores No Seu Imposto De Renda?

Se a sua atividade rural sofreu grandes prejuízos no ano passo e você preferiu solicitar a isenção do imposto de renda, no próximo ano será necessário compensar, fazendo a declaração dos rendimentos anteriores e o atual.

3 – Propriedade De Bens Acima De R$ 300.000,00 Reais

Segundo a Receita Federal, as pessoas que trabalham com uma atividade rural e obtiveram no último ano a propriedade ou posse de direitos ou bens de terra/residência com um valor acima de R$ 300.000,00 reais devem fazer a declaração de imposto de renda.

Por isso, cuidado com os valores dos bens imóveis que você adquire, faça a declaração e evite multas tributárias.

Quem deve declarar Imposto de Renda 2015

Como Fazer A Declaração De Imposto De Renda?

Você já sabe que se enquadra em uma das categorias de cidadãos que precisam declarar o Imposto de Renda? Agora é o momento de compreender como realizar este processo. Por isso, aprenda de uma vez por todas como fazer a declaração de imposto de renda.

1 – Acesse O Portal Da Receita Federal

Para fazer a sua declaração de imposto de renda, a primeira coisa a ser feita é acessar o portal da Receita Federal, depois é só clicar no ícone “Fazer Declaração de Imposto de Renda”. Na sequência, todos os passos a serem seguidos serão mostrados detalhadamente.

2 – Reúna Os Seus Documentos Pessoais E Cupons Fiscais Para Fazer A Declaração De Imposto De Renda

Antes de dar início ao preenchimento é essencial reunir todos os seus documentos pessoais que serão utilizados neste processo, como é o caso do CPF e RG. Além disso, também é necessário contar com os cupons fiscais e demais documentos que comprovem a transação ou recebimento de quantias em dinheiro que ocorreram no ano anterior.

Tendo todos estes documentos em mãos, basta começar a preencher a guia de declaração de imposto de renda. Você deve iniciar pela etapa de identificação, preenchendo o seu nome completo, números dos documentos pessoais e endereço atual para que a Receita Federal possa lhe enviar cartas referentes à aprovação ou não das informações.

3 – Dedução Dos Valores No Imposto De Renda

Já fez a sua identificação? Agora é necessário passar para a etapa da dedução de valores, que é a mais importante e que deve ser feita com o máximo de atenção. Por isso, pegue os seus cupons fiscais e demais documentos sobre os recebimentos anuais e informe-os de acordo com as perguntas da guia.

Todos os dados sobre os recebimentos e transferência de dinheiro devem ser informados, bem como as fontes de origem do dinheiro, do contrário você corre o risco de cair na famosa “Malha Fina”, sendo necessário refazer a declaração e ainda por cima pagar uma multa.

4 – Pague A Guia De Declaração De Imposto De Renda

Depois de justificar todos os recebimentos anuais é o momento de conferir se as informações estão corretas, enviar o documento à Receita Federal, imprimir a sua cópia e pagar a guia, cujo valor dependerá da quantia que foi declarada.

Este artigo também faz parte integrante de nosso especial sobre a Declaração de Imposto de Renda. Para saber tudo que já foi publicado nesta categoria clique AQUI!

Compartilhe agora mesmo:

Manual completo para todos aqueles que querem iniciar a jornada rumo ao primeiro Milhão.

Saber Mais!
100% livre de spam.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta


*


*


CommentLuv badge

2 Comentários

  • Paulo Souza disse:

    Parabéns pela matéria. A cada dia tem ficado mais difícil prestar contas ao Leão. Sites como o seu ajudam a domar a fera.

    1. Obrigado Paulo. Ajudamos muita gente.

  • JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

    Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

    100% livre de spam.

    Damos valor à sua privacidade

    Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

    Cookies estritamente necessários

    Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

    Cookies de desempenho

    Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

    Cookies de funcionalidade

    Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

    Cookies de publicidade

    Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.