Os 10 mandamentos da prosperidade

Tempo de leitura: 4 min

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

100% livre de spam.

Compartilhe agora mesmo:

Os 10 mandamentos da prosperidade é a nova obra do Marcos Silvestre, autor dos  livros “12 Meses Para Enriquecer” e “Investimentos à Prova de Crise“. Se você desejar adquirir o livro, poderá aproveitar a oferta da Livraria Cultura. Para isso basta clicar aqui!

Como já é sabido, grande parte dos brasileiros não teve uma boa educação financeira em sua vida , e em função disso acaba pensando e agindo como pobre, e apesar de trabalhar bastante, nunca consegue atingir sua a prosperidade. Na verdade, acaba conseguindo empobrecer cada vez mais.

Você ganha pouco ou só pensa que é pobre?

Para o economista e orientador financeiro Marcos Silvestre, autor do livro “Os 10 Mandamentos da Prosperidade” , o problema principal dos brasileiros, ao lidar com as finanças, é achar que sempre ganha menos do que deveria, e não valorizar a renda que tem. “Falta planejamento financeiro”, diz.

 

Os 10 mandamentos da prosperidade

 

Segundo ele, se a pessoa acredita que seus ganhos mensais são insuficientes, é preciso fazer com que o salário, ou o lucro do seu negócio, rendam mais qualidade de vida.

“Planejar e controlar gastos têm um único objetivo, que é liberar dinheiro bom, antes empatado em gastos ruins, para que você o empregue na compra de mais qualidade de vida”, afirma. “Nunca apele para dívidas para corrigir o problema, pois elas terão efeito contrário, que é achatar seu poder de compra”, afirma.

O professor explica que contrair dívidas para atingir um padrão de consumo desejado tem o efeito contrário ao esperado, porque parte da renda precisa ser desviada para pagar juros. “Já o planejamento financeiro – juntar o dinheiro antes, aplicar, ganhar juros, pagar à vista com desconto -, é, sem dúvida, o caminho da prosperidade”, diz.

Lições de orientação financeira

No livro, o economista lista dez lições cujo objetivo é fazer com que as pessoas consigam perceber que podem ter uma vida financeira sólida, com realização pessoal e material. “São lições que vi funcionarem nos meus 25 anos de orientação financeira a famílias”, diz.

Os dez mandamentos são:

  1. Valorizar o trabalho
  2. Gastar bem
  3. Evitar dívidas
  4. Poupar sempre
  5. Investir direito
  6. Ganhar juros
  7. Comprar à vista
  8. Batalhar descontos
  9. Aproveitar tudo
  10. Cultivar a gratidão

>>>Clique aqui e adquira o livro!!!

Dentre esses ensinamentos, Silvestre diz que o ponto mais problemático é a valorização do trabalho. Segundo ele, as pessoas acreditam que basta ganhar bem que todos os problemas estão resolvidos.

“Isso é um baita de um preconceito furado. Vi gente humilde lidando melhor com o dinheiro que pessoas muito ricas, que, por não valorizarem o dinheiro que tinham, acabaram bastante endividadas”, diz.

O segredo, segundo ele, está em viver conforme a renda. “Não existe essa de ter despesa maior que a receita. Não existe isso de não consigo cortar. Todo mundo que quiser prosperar de forma duradoura precisa adequar seus gastos e poupar.”
>>>Clique aqui e adquira o livro!!!

Gaste bem, evite dívidas e poupe sempre

Como saber que uma dívida é boa? Para isso, é preciso avaliar a motivação que o levou a se endividar. Se a dívida permite trazer um bem ou serviço essencial para a vida antes de ter o dinheiro pronto, é um indício de que a dívida vale a pena.
“Se endividar para comprar uma máquina que irá gerar mais renda, ou a casa própria, por exemplo”, afirma. “Mas se endividar para atender aos apelos da propaganda é quase sempre um problema.”
Silvestre diz que as famílias prósperas que conhece poupam, no mínimo, 10% do salário líquido com regularidade. “Uma família que não poupa constantemente não consegue viver longe das dívidas.”

Dicas para prosperar

  • Ser econômico não significa riscar da sua lista de compras tudo o que é bom. A diferença é que, planejando, até os gastos mais extravagantes podem caber no bolso
  • Você não é baratinho e seu tempo não é baratinho. Se um profissional ganha R$ 4.000 líquidos e trabalha dez horas por dia, cada hora de seu trabalho vale R$ 20 (considerando 20 dias de trabalho por mês). Assim, a cada R$ 20 gastos, terá de trabalhar mais uma hora inteira para compensar. Reflita se vale a pena
  • Fuja das liquidações só porque todo mundo está comprando. Pense: “eu realmente preciso daquilo?”
  • O verdadeiro custo de uma mercadoria pode ser obtido dividindo-se o valor do bem comprado pelo número de vezes em que ele será utilizado
  • Se deseja ter dinheiro para gastar com algo que você quer muito, aprenda a enxugar gastos com as coisas que quer menos
  • Quem gasta com bobagem fica sem dinheiro para gastar com o que interessa


Gostou do artigo? Aproveite também para baixar o  E-book Grátis: 10 Dicas Estratégicas de Kim e Robert Kyosaki para uma Vida Livre das Dívidas.

Clique aqui e baixe o seu!!! 

Compartilhe agora mesmo:

Receba Dicas Para Criar Renda Através da Internet de Forma Honesta Sem Precisar Sair de Casa!

100% livre de spam.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta


*


*


CommentLuv badge

4 Comentários

  • Adorei o Artigo! Realmente devemos pensar em administrar melhor nossas finanças ao invés de somente buscar por mais renda!
    Parabéns!

    1. Exatamente. Não importa o quanto a pessoa ganhe, ela somente irá prosperar se possuir o controle absoluto sobre seu dinheiro.

      Grato pelo comentário!

  • Gostei muito do seu artigo.
    Obrigado por compartilhar seu conhecimento conosco.
    Gabriel Sant’Anna Artigo recente…Como ter mais foco no objetivoMy Profile

  • João Victor disse:

    Excelente artigo, muito esclarecedor me ajudou muito, realmente devemos administrar melhor nossas finanças primeiramente, para depois buscarmos outras fontes de renda.

  • JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

    Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

    100% livre de spam.

    Damos valor à sua privacidade

    Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

    Cookies estritamente necessários

    Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

    Cookies de desempenho

    Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

    Cookies de funcionalidade

    Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

    Cookies de publicidade

    Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.