SEJA VIP!!!

Cadastre-se Para Receber Nossas Atualizações e Descubra Como Organizar Suas Finanças e Alcançar Prosperidade Sem Ser Um Especialista (É grátis!)

Financiamentos

Como funciona o consórcio

Apesar de ser um sistema que existe há mais de 50 anos aqui no Brasil, muita gente ainda não sabe como funciona o consórcio.

Os consórcios são uma invenção brasileira que já foi levada a outros países, e hoje em dia vão além da aquisição de automóveis. Existem de carros, motos, caminhões, imóveis, eletrodomésticos, móveis, aeronaves, barcos e até serviços como tratamentos odontológicos e cirurgias estéticas, viagens, festas de casamento etc.

Muitas pessoas que não têm disciplina para manter uma carteira de investimento fazem uso do consórcio porque ele impede o resgate a qualquer momento.

O que é consórcio?

Consórcios é um grupo formado pessoas ou empresas que possuem interesse comum na aquisição de um bem específico através de uma contribuição mensal definida em contrato e, mensalmente, 1 pessoa pode ser contemplada com o bem em questão, tanto por lance ou por sorteio. Os consórcios possuem ainda uma taxa de administração que costuma ser baixa se comparada a outras modalidades de investimentos, mas isso não garante que o consórcio seja a melhor forma de investir seu dinheiro.

Os consórcios também são uma opção interessante para pessoas que não precisam do bem imediatamente, devido ao risco que existe de receber o prêmio a qualquer momento, desde a primeira parcela ou até o final do plano. E a conveniência do consórcio varia conforme a sorte do participante.

Como funciona o consórcio?

Um consórcio costuma ser muito competitivo em relação aos financiamentos tradicionais, mas não como um investimento. Muitos especialistas recomendam que você só entre nesta modalidade se tiver recursos para dar lances que permitam que sua cota seja contemplada o mais rápido possível.

Antes de optar por um consórcio, é importante saber como ele funciona, dessa forma você poderá evitar desagradáveis surpresas no futuro:

  1. A cada mês, com resultado das receitas uma unidade do bem é sorteada entre os participantes e a outra é adquirida na forma de leilão, onde quem der o maior lance é contemplado. No caso de imóvel, você poderá utilizar seu FGTS como lance.
  2. Ao ser contemplado (pelo sorteio ou lance), você receberá uma carta de crédito com o valor do bem a ser adquirido. Vale lembrar que o valor do lance ofertado no leilão será descontado das parcelas futuras.
  3. No consórcio você não paga juros, mas terá que pagar uma taxa á instituição responsável pelo consórcio, que será diluída ao longo do tempo de duração do grupo, também será cobrada uma taxa para um fundo de reserva, como garantia para o bom funcionamento do consórcio.

Vantagem

A maior vantagem do consórcio é a pouca burocracia, interessante para quem tem dificuldade de obter um financiamento, e quer ter a chance (risco) de ter o bem mais rápido do que se guardasse o dinheiro por conta própria.

Desvantagem

A contrapartida da pouca burocracia é o risco de inadimplência dos participantes, que pode levar a dores de cabeça e aumento inesperado das prestações. Outra desvantagem ocorre em caso de desistência. Na maior parte das vezes, a recuperação do dinheiro investido acontece apenas no final do plano, e apenas com a correção aplicada às mensalidades.

Gostou do artigo? Deixe aqui seu comentário!

Gostou do artigo?

Entre para nossa lista e receba com prioridade nossas dicas e conteúdos!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

CommentLuv badge

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.